Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Ferramenta Local MailingNet Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | TCE - Gabinete do Presidente | 05/09/2013 18:38:49 | 275 Acessos
TCE-RJ aprova contas da Prefeitura de Laje do Muriaé
Visualizar imagem

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) emitiu parecer prévio favorável à aprovação das contas da Prefeitura de Laje do Muriaé (região Noroeste fluminense) referente ao exercício de 2012. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (5/9), em sessão plenária, seguindo voto do conselheiro-relator Aloysio Neves. Ressalvas, determinações e recomendações acompanham o voto. Caberá à Câmara Municipal, com base no parecer técnico do TCE, a aprovação final das contas, de responsabilidade do prefeito José Eliezer Tostes Pinto.

Aplicação dos limites constitucionais

Gastos com pessoal – A despesa total com pessoal do Poder Executivo de Laje do Muriaé respeitou o limite permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que fixa o gasto no item ao limite máximo de 54% da Receita Corrente Líquida (RCL). De acordo com o relatório de prestação de contas, a prefeitura aplicou no primeiro semestre de 2012 a quantia de R$ 13.362.002,70 (42,98% da RCL); e, no segundo semestre, o valor de R$ 14.452.257,50 (44,89% da RCL).

Educação – A prefeitura aplicou 27,58% do total dos recursos próprios oriundos do total da receita de impostos e transferências de impostos. A aplicação na educação somou R$ 5.356.361,61. O percentual mínimo é de 25% de acordo com o artigo 212 da Constituição Federal.

Fundeb – A educação básica municipal conta também com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Conforme a Lei Federal 11.494/07, a aplicação mínima é de 95% dos recursos do Fundo recebidos em 2012. De acordo com a prestação de contas da prefeitura de Laje do Muriaé, o total das despesas consideradas como gastos do Fundo alcançou R$ 2.499.750,30, equivalente a 98,49%, portanto, acima do mínimo preconizado na lei. Já com a remuneração dos profissionais do magistério, foram aplicados R$ 2.214.124,28, alcançando 87,23% do Fundeb, acima do mínimo legal de 60%.

Saúde – O valor aplicado pelo município em ações de saúde corresponde a 24,46% do total da receita resultante de impostos, o que somou R$ 4.696.983,85, acima do mínimo de 15% previsto no inciso III do artigo 77 dos Atos das Disposições Constitucionais Transitórias (ADTC).

 

Compartilhar
Sala de imprensa TCE - Gabinete do Presidente
Empresa Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro
Contato Coordenadoria de Comunicação Social, Imprensa e Ed
E-mail bruno@tce.rj.gov.br Fone (21) 32315283
Editoria (s) Geral, Cidades
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
Não há Tag's relacionadas.
busca avançada
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Gestor
Monitor
Ao Vivo
Conhecimentos
Prêmios
Crises
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta