Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Ferramenta Local MailingNet Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | UNESP | 30/07/2013 15:06:08 | 276 Acessos
Sucesso escolar: pesquisadora desenvolve método de alfabetização eficaz

Professora da Unesp de Presidente Prudente, Onaide Schwartz Mendonça, e Olympio Correa Mendonça lançam, pela Editora Paulus, o livro ‘Alfabetizar as crianças na idade certa com Paulo Freire e Emília Ferreiro: Práticas’. O livro é resultado de uma pesquisa desenvolvida em escolas da rede municipal da cidade de Presidente Prudente, entre os anos de 2011 e 2012. 

Onaide realizou pesquisa com 3.400 crianças que tiveram contato com práticas socioconstrutivistas de alfabetização fundamentadas na obra ‘Alfabetização - Método Sociolinguístico: Consciência social, silábica e alfabética em Paulo Freire (2007). Os resultados mostraram que, ao final de um ano letivo, 72,61% dos alunos do 1º Ano estavam alfabetizados e 87,64% dos alunos de 2º Ano, além de alfabetizados, produziam textos eficientes.

A pesquisa se dá no contexto do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), que prevê o aproveitamento de práticas de alfabetização que se mostraram eficientes em estados e municípios, cumprindo a sua característica de pacto democrático de livre adesão, recomendando a troca das experiências didáticas bem sucedidas que possam contribuir para a alfabetização das crianças na idade certa.

Assim as práticas socioconstrutivistas de alfabetização implementadas nos anos de 2011 e 2012, no município de Presidente Prudente- SP, vêm somar-se às outras propostas didáticas do PNAIC e se justificam pela sua fundamentação, descrição aplicação e discussão dos resultados que entre relatórios e este artigo colocam-se para o debate e a troca de experiência, em busca de um de seus objetivos, como levantar os avanços na melhoria da alfabetização, bem como socializar práticas que tenham obtido resultados satisfatórios.
Para Onaide, transcorridos dois anos de adaptação pelos professores à nova metodologia, “que envolve muito diálogo e trabalho sistematizado para o ensino dos conteúdos específicos do português”, a tendência é de se melhorar ainda mais os resultados e, no mínimo, 95% dos alunos estarem alfabetizados ao final do 2º ano.

“Podemos concluir que já aos seis e sete anos é possível alfabetizar ensinando a base alfabética da escrita que leve a criança ao domínio de habilidades fonético-silábicas para a leitura e escrita de palavras e frases que lhe dão autonomia e otimizam diferentes escolhas de atividades de letramento”, comenta

Os resultados dessa pesquisa apontaram que uma metodologia eficiente, aliada ao profissionalismo e compromisso docente, são elementos decisivos para a construção de uma alfabetização que forma o leitor seguro e autônomo, base para o sucesso do processo de escolarização rumo à melhoria da qualidade de ensino e consequente diminuição das desigualdades sociais.
Aplicando nas escolas

Onaide comenta que, ao longo dos últimos vinte anos, trabalhando com cursos de capacitação de professores, verificou muitos equívocos sobre alfabetização. É comum, por exemplo, ouvir profissionais afirmarem que não se pode apresentar sílabas para a criança, nem desenvolver os processos de análise e síntese, que não se pode ensinar, alegando que a criança aprenderá com mais qualidade se descobrir sozinha as relações linguísticas de construção da base alfabética da escrita.

Foi desenvolvido um projeto piloto, através do Núcleo de Ensino/Unesp, em duas escolas que manifestaram interesse: as Escolas Municipais: “José Carlos João” e “Vilma Alvarez Gonçalves”. Paralelamente, foi oferecido um curso de 30 horas aos 38 envolvidos (professores, diretores e supervisora de ensino), e o acompanhamento foi feito em reuniões, a fim de dialogar e esclarecer dúvidas. “Sob nossa supervisão, dois bolsistas iam às escolas (um em cada) para ajudar na orientação de professores/alunos com dificuldades”, explica Onaide.

A pesquisa mostrou, segundo Onaide, que, nas duas unidades de ensino, em menos de três meses da implantação da proposta, a maioria das crianças do 1º. ano já havia compreendido o funcionamento do sistema linguístico na composição das palavras e frases atingindo o nível alfabético. Deste modo, o ano letivo foi concluído com uma média de 93% das crianças alfabetizadas, produzindo pequenos textos. Uns com mais dificuldade, outros com menos, mas todos lendo e escrevendo, e as do 2° ano já produzindo bons textos.

Frente aos resultados, em 2012 a Secretaria de Educação decidiu oferecer a proposta a todos os professores do 1° e 2° ano. A proposta foi oferecida e incorporada por quem teve interesse. Foi então ministrado curso de 30 horas a duas turmas de professores, focando conteúdos de Linguística, Sociolinguística e Psicolinguística que fundamentam a proposta de alfabetização.
As sondagens para verificação dos níveis de aprendizagem das crianças foram orientadas por Onaide, mas elaboradas e aplicadas pelos próprios professores, conforme rotina de avaliação da Secretaria de Educação. A análise dos dados do 1º ano revela que em fevereiro, na primeira sondagem, dos 1.841 alunos matriculados apenas 4.56% estavam alfabetizados, e em dezembro, 72,61% já dominavam a leitura e a escrita. Quanto aos alunos do 2º ano, a primeira sondagem mostrou que 52,12% estavam alfabetizados e, ao final, 87,64% estavam plenamente alfabetizados.

Não foi possível verificar quantos professores de outras escolas (além das duas participantes do projeto de 2011) já haviam optado e utilizaram a proposta nos primeiros anos em 2011. No entanto, o índice de mais de 50% das crianças iniciarem 2012 no 2º ano já alfabetizadas surge como significado, já que, em anos anteriores, o índice de analfabetos concluindo o 2º ano era superior a 68%. Entretanto, a diferença de 20% de alunos do 1º ano (72%) que concluíram 2012 já alfabetizados, com relação aos alunos (52%) que ingressaram no 2º ano em 2012 ratifica que uma alfabetização sistematizada produz melhores resultados.

“Estamos convencidos de que transcorridos dois anos de adaptação pelos professores à nova metodologia, que envolve muito diálogo e trabalho sistematizado para o ensino dos conteúdos específicos do português, a tendência é de se melhorar ainda mais os resultados e, no mínimo, 95% dos alunos estarem alfabetizados ao final do 2º ano”, diz. “Os resultados mostraram que só as crianças portadoras de necessidades especiais, síndromes e/ou transtornos não conseguiram aprender a ler e escrever em um ano letivo.”

A seguir, vídeos que mostram a metodologia utilizada pela professora, além de depoimentos de professores, orientadores pedagógicos, diretoras e pai de aluno: http://docs.fct.unesp.br/docentes/educ/onaide/videos

Compartilhar
Sala de imprensa UNESP
Empresa UNESP - UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA
Contato Imprensa
E-mail unesp.imprensa@reitoria.unesp.br Fone (11) 56270330
Editoria (s) Educação
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Salvador INICIATIVA INTERVENÇÕES DOCENTES DOCUMENTÁRIO AEROPORTO
Propostas PRESIDÊNCIA COMERCIAL AMBIENTAIS DUPLA FGV
atenção AULÃO ATRIUM FÍSICA CRÉDITO AGRONEGÓCIOS
Cerca ESTUDOS DIADEMA GOVERNADOR CAMPUS IMPULSIONAR
Unifesp REDUÇÃO BOTAFOGO JOVENS RECANTO ANHANGUERA
Centro MOTIVOS BRASILEIRO JOÃO ASSISTIDOS ADICIONAIS
pagar CUBATÃO CONSUMIDOR CICLO INTENSAS RETORNAM
OFERECE RETORNA JUIZADO PÚBLICAS MUSEUS LIDE
SOLUÇÃO VIALAGOS TRÉGUA SISTEMA ATRAÇÃO GASTAM
COMEMORA ARRECADA CNT DIREITO CENAUSP MARINHO
DISTÂNCIA PROCESSO POSIÇÃO CONFIAM ALTA DEFENSORIA
MACHADO FORMATO MUDAM MILANO TRANSPORTE JUSTIÇA
CHEGAM CARENTES SOUTO APROVADAS FESTIVAL CARLOS
MÉDIO EDUARDO PELOTAS CRISE VERDE PROCEDIMENTO
EXTINGUE HADDAD PAULISTA CINEMA PREFEITURA MUDAR
ACONTECE PRIMEIROS DENÚNCIAS MUNICÍPIOS FORTALEZA HUMANOS
ÚLTIMOS GERALDO EXPOINTER LUIZ RS PADILHA
ABRE ESTUDAR IMPROBIDADE WORKSHOP IMPORTANTE FRANCO-BRASILEIRO
EXIBIÇÃO INTERESSADOS CUMPRIR INTERNACIONAL OURO LANÇA
AGENDA EFEITOS VOLTA FAZENDA MÊS SEGURANÇA
BELO MAIORIDADE III gratuito Moreira DIREITOS
ALEMÃO PENAL ELÉTRICA ENERGIA Comércio ALEXANDRE
ATENDE PUC-CAMPINAS AGRO PAISAGEM Netto PARTICIPA
DISTRIBUI PRORROGADAS JUIZES ALCKMIN anos II
COMUNIDADE COLOCA FORMAÇÃO SECO probabilidade REDE
RJ PERCORRE EXPOCOM PINHEIROS deposita CHINA
TERMO INÉDITO RODRIGO MIL recebimento BRASILEIRAS
COOPERAÇÃO ITINERANTE LANÇAMENTO TERCEIRA Desocupação ECOLÓGICA
SUPERA RODOVIÁRIA CONTRATO ATENDIMENTO simplificação NACIONAL
CONSELHO ESTARÁ RUA COMPLETO SuperVia PRESIDENTE
FALA PRESERVAÇÃO TEMPO ÁGUA "para AVÓS
TRABALHOS MORADORES ESCOLA OBRAS condenada CCR
CAIXA LEITURA OUTUBRO SANTA violação CRIANÇA
EMBRAPA OFERECERÁ COMPRAM SUL Emas EMBRATEL
PERDAS SELETIVA CAETANO ANÁLISE Garimpo CONFERÊNCIA
VOLUME GASTAR SEGUNDA TAXA agressões AÇÃO
COLETA PERSPECTIVAS NOVEMBRO FRANCE pré-ENEM SEMANA
GRADUAÇÃO TERMINAM AGROTÓXICOS SUSTENTÁVEL cuidadores PAIS
GOIÂNIA REPUDIA FERNANDO REPÚBLICA negligência DIAS
DISCUTEM MARCELINA REFLORESTAMENTO SETEMBRO Marighella EXPORTAÇÕES
BAHIA SUPERAR NECESSÁRIA GRANDE indenizar ESCOLAS
POLÍCIA CARAVANA CONDENAÇÃO GRATUITA Ciber CASA
ESPETÁCULO AMANHÃ SOCORROS DESAFIO Distrital ETHOS
LANÇADA PROFESSOR CONSUMO PERITOS TCE-RJ BERNARDO
IDOSOS GRADUADOS CIDADE GOVERNO APLs CIDADES
PATROCINA PAULISTAS ÁRVORES PRÊMIO Parasitologia PANCADAS
PRÓXIMA MUDAS TV DESEMPREGO Zoetis PROFESSORES
AMCHAM ALBERTO TERRA FRANCO Sumidouro FINANCEIRA
COBRA URBANAS AUTOBAN MEDICINA rebanhos ACOLHIMENTO
DANOS PORTINHO URBANA ANJOS depredações AUTOESTIMA
MORAIS FUTURO TRÂNSITO CAMADA Siicusp condenado
MINISTRA AVIAÇÃO HORIZONTE OZÔNIO Leardi TJDFT
EDUCACIONAL SERVIDOR LETIVO PÚBLICO Mantelli PROMOVEM
CADEIA GEROU VÍTIMA EDIÇÃO Wappa ALUNOS
AQUECIMENTO DECISÕES DEPUTADO ESTUDANTES Habitação" COMPRAS
LIVRARIA PARCELAMENTO PALESTRA FESTA youtubers MINISTRO
ATUAÇÃO FRIBURGO SUSPENDER ESPECIAL ratificado UFSCAR
TONELADAS ROTINA PESSOA CONGRESSO Anti-DDoS ABERTAS
PALESTRAS INGLÊS RACIONAMENTO MIRELA Brasílio PEDIDO
FRANÇA ESPECIALIZADOS GERMANO SULAMÉRICA assina PÚBLICA
ABERTURA EMERGENCIAL PROFISSIONAL BRASILEIROS PROMOVE CHUVA
QUALIFICAÇÃO ELEITORAL OCUPACIONAL CONTAS PRÓXIMO ANO
ESTÁGIO DESENVOLVEM PROMOÇÃO JORNALISTAS SUSPENDE PROGRAMA
HOSPITAL DESAFIOS SHOPPING PAZ ATIVIDADES EDUCAÇÃO
PAUTA SURDOS CONCURSOS EMPRESA HSBC UNIVERSITÁRIOS
DISTRITO DÃO CIVIL ELEIÇÃO CONSUMIDORES CURSO
CONQUISTAM PAIVA JOGO MATA PORTFÓLIO PAULO
DÉBITOS ILEGAL COMPLEXO CANDIDATOS SOCIEDADE LIVRO
NETO CATADORES GENTILEZA ELSEVIER ADOÇÃO revela
BOVINOS PB SOROCABA LINHA PRÓXIMOS UNESP
EXPECTATIVA ICMS GRUPO EMPRESAS REALIZAM INTERNET
MESTRADO ENTREGAR DEMORA USOS SUPERIOR FÓRUM
ASSIS EX-PREFEITO DESTACOU AGRONEGÓCIO CONSCIENTIZAÇÃO MILHÕES
ATLÂNTICA BRINCADEIRAS LAUDOS DISCUTE ESTUDO APRESENTA
JUDICIAIS OCORRE INSALUBRIDADE IMÓVEIS ASSOCIAÇÃO PORTO
LIDERA ANDEF PERICULOSIDADE JOGOS DEMANDA PROJETO
ACIMA HOTEL VERDADE ALIMENTAR ÁSIA Alegre
LUGARES ENSINAM INDÚSTRIA NORMAL DETERMINA DIA
VIA ESPERANÇA RIO FEDERAL QUINTA-FEIRA ENSINO
BASEADAS ELETRÔNICO MÔNICA MÓVEL SEIS BRASIL
GOIÁS DEFICIÊNCIA COMBOIO VESTIBULAR RANKING SP
CONCEITOS SETOR ABERTO TERAPIA GRATUITAS INSCRIÇÕES
DEMANDAS PÂNICO SEMINÁRIO FACULDADE MILITAR PESQUISA
CUIABÁ REPASSES
busca avançada
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Gestor
Monitor
Ao Vivo
Conhecimentos
Prêmios
Crises
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta