Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Ferramenta Local MailingNet Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | Link Comunicação | 30/06/2011 18:02:02 | 581 Acessos
Saiba as diferenças entre condomínios e residenciais
Visualizar imagem
Privatizar espaços públicos é contra a lei. Mesmo assim, centenas de ruas impedem a livre circulação dos pedestres. Reinaldo Franco e Wilson Santoro, respectivamente presidente e vice-presidente da APRPP - Associação dos Proprietários do Residencial Parque dos Príncipes (APRPP), explicam o que são espaços públicos e os privados e discutem a manutenção das vias e calçadas abertas para a população

Existem 400 ruas em São Paulo que detêm autorização municipal para impedir o acesso de veículos em suas dependências, mas as barreiras instaladas não podem impedir a circulação de transeuntes, por isso a legislação determina análise prévia da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da Procuradoria Geral do Município, para licenças de obstrução de vias obtidas por associações de moradores.


No entendimento do Ministério Público, o fechamento de ruas pode criar um ambiente de isolamento e transformar bairros em condomínios horizontais. “A alegação parece pertinente: por razões de conforto e segurança, nos últimos 20 anos, as construções em condomínios fechados passaram a ser muito procuradas pelas classes A e B. Essas pessoas optaram por morar nesses lugares por oferecerem tranquilidade, segurança e qualidade de vida, não se importando por pagar um preço caro por isso” afirmam Reinaldo Franco e Wilson Santoro, respectivamente presidente e vice-presidente da Associação dos Proprietários do Residencial Parque dos Príncipes (APRPP).


Segundo eles, os primeiros condomínios fechados no Estado de São Paulo surgiram na década de 70, nos municípios de Barueri e Santana do Parnaíba, a partir da construção de Alphaville, que se transformou em sinônimo de ilha de alto padrão e, em seguida, pelo lançamento de Tamboré. “A regulamentação desses espaços é determinada pelas leis 6766/79 e 4591/64 que estabelecem normas específicas atendendo às exigências urbanísticas de planejamento municipal”, explicam.


Nos dicionários, a palavra condomínio significa propriedade comum, com áreas privativas e outras de uso pela comunidade. Já o condomínio fechado é aquele protegido por sistemas de segurança e controle do acesso de pessoas e veículos às suas instalações. São considerados condomínios horizontais aqueles onde são construídas apenas casas, sem edificações verticais como prédios de apartamentos.


“Normalmente, nos condomínios fechados, para entrar, a pessoa deve ser autorizada por algum morador e tem que se registrar à portaria, com o número de identidade ou outro documento”, ressaltam.
De acordo com Reinaldo e Wilson os locais privativos são totalmente murados, compostos de poucas ruas (não pertencentes à municipalidade, portanto, espaços privados) e contam com alguma área comum destinada à administração e lazer. “As principais vantagens dos condomínios ficam por conta do rateio das despesas e a possibilidade de contar com uma boa segurança. Alguns chegam a possuir uma infraestrutura tão farta que seus moradores nem precisam sair e conviver com o lado externo. Todos os condôminos, porém, são obrigados a contribuir com as despesas. Devem acatar as convenções, os regulamentos internos e as decisões das assembléias”, asseguram.


Para os moradores do Residencial Parque dos Príncipes, ao contrário dos condomínios, os residenciais são bairros planejados, porém, abertos. São remanescentes de loteamentos, nos quais, a partir do registro em cartório, as vias, praças e áreas livres passam a integrar o domínio do município em que estão localizados. As entradas de acesso são liberadas ao público, sem o controle de entrada e saída. “Esses núcleos habitacionais são comumente gerenciados por uma associação de proprietários, constituída juridicamente, que presta diversos serviços, como vigilância e limpeza, obras manutenção, implantação de melhorias, negociações com o poder público, dentre outros”, justificam.
E completam: “nesses empreendimentos instalam-se unidades autônomas, sobre as quais podem ser realizadas construções, de acordo com a vontade de seu proprietário, desde que observadas as restrições impostas pelo loteador. Sem um condomínio formalmente constituído, os integrantes dos residenciais devem contribuir com um valor correspondente para rateio das despesas e benfeitorias, pois não seria justo que se beneficiassem dos serviços prestados e das melhorias realizadas sem a devida contribuição”.


“Este é o caso, por exemplo, do Residencial Parque dos Príncipes, situado na zona Oeste da Capital que, cumprindo com o que determina a legislação, mantém suas vias de entrada abertas, sem qualquer restrição ao acesso de carros ou pedestres. Em cooperação com o poder público, realiza a manutenção das áreas verdes do local e, para garantir a segurança dos moradores, possui uma equipe de vigilância e monitoramento por câmeras”, acrescentam presidente e vice-presidente da associação.
Reinaldo e Santoro compartilham da mesma opinião, sem dúvida, a multiplicação dos condomínios ilegalmente fechados tem acontecido nos últimos anos, pela incapacidade das autoridades em oferecer espaços seguros e aprazíveis para toda população. “A solução, no entanto, ao invés de privatizar áreas públicas com o fechamento de vias, passa pela preocupação dos moradores em manter parcerias com a municipalidade e assumir o compromisso de manter a integridade de seus locais de moradia, sem prejudicar o direito de ir e vir do cidadão”, analisam.
 

Compartilhar
Sala de imprensa Link Comunicação
Empresa LINK COMUNICAÇÃO & PROMOÇÃO S/C LTDA
Contato Erick Paytl
E-mail linkerickpaytl@gmail.com Fone (11) 30341155
Editoria (s) Constr./Arquitetura
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
início AVIANCA INCENTIVOS AMARELO GOODYEAR MANAUS
Alemanha RN MERCEDES-BENZ FÓRUM JOST SUSTENTABILIDADE
CANADÁ ACIDENTES GOV FRACO FORMALIZAÇÃO EXPANDE
COMEMORA MARILAN MANTÉM DIA CORPORATIVA SESI
EUROS ESTARÁ CONFIRMA CAMINHÕES HÍDRICA FORMAL
VÔOS ANTECIPADO BRASILEIRO MERCADO MEDICAL QUEDA
COMERCIAIS CARREGADOR ALCIDES RESULTADOS NEGÓCIO ACESSO
LIDERANÇA COMPARTILHAMENTO DESTAQUES VÍNCULO PROJETO PUXAM
PROL SUVINIL TÉRMINO PARTICIPAÇÃO MOVIMENTO PROIBIDO
APOIO TRANSFERÊNCIA FORMARE ALMOÇO CURSO LOGÍSTICO
REGISTRA PROJEÇÕES MARISA COMPANY BAIXO OFFICE
VICE-PRESIDENTE BMW EXECUTIVO PREFERIDOS ALIMENTO MOTORISTA
REVENDAS PREPARA RESOLVER CHEGA MOBILIZA AJUDAR
SUSPENDE LAVANDERIAS REIVINDICA SISTEMA AMBIENTAÇÃO INSTITUTO
FUNDAÇÃO EQUADOR REINAUGURA BILHÕES AMAZONAS MAIO
PREVENÇÃO CÂNCER TECNOLOGIA MUNDO SENSORES CSN
BENEFICENTE JOHNSON DIFERENÇAS DESIGN Rocha PARTICIPA
AGÊNCIAS POSSE PROFISSIONAIS HOUSE loja DIRETOR
REUNIRÁ GANHAR AIR ISONOMIA lucro SHOPPING
ESTILOS ESTIMULAR STEEL SERVIÇOS atingido CIVIL
ESTRATÉGICO FINANCEIRO SOLUÇÕES MULHERES Allia PNEUMÁTICO
RECEITA ARCOR TONELADA SOCIAL Sindilav JOVENS
PLANEJAMENTO ESPAÇOS ANDRÉ MUNDIAL PENHORA FAMÍLIA
CORPORATIVO EMAGRECIMENTO FRAME NATAL pagará PROGRAMA
DR APLICATIVO ESTABELECIMENTOS gratuito Devices EDUCAÇÃO
PARCEIROS PHARMA DIVULGARÁ JOVEM PITCH ENSINO
GIFT SOLAR SHAPE ATENDIMENTO cônsules INCLUSÃO
HCOR RONALD CONSTROEM GUARDIAN incorporam USO
MAIORES MCDONALD BUSINESS SEMANA FIEC BANHEIRO
PERDE VIDROS SÊNIOR PAIS espólio EMPRESAS
HOTÉIS CONTACT RESIDÊNCIAS MILHÕES GetNinjas SP
ETERNIT GROUP LANÇAMENTO INSTALAR Thinking MARCA
PERFIL COMEÇO RACIAL NUTRICIONISTA empregadas AMÉRICA
HOTELS EXTERNOS CONTRATO FINANCEIROS termogênicos MAU
DIVERSIDADE REÚNE CURITIBA APRENDERÃO conciliarem INDENIZADO
SUPERIOR ESTABILIDADE LANÇA VISITA Sotreq LATINA
AMBEV CONSECUTIVO FAIR LOTEAMENTOS biométricos PAULO
CANAIS GALPÃO FRANQUIA APRENDIZAGEM atinja anos
FUNDO MAPFRE OPERAÇÃO GOVERNO puxado Camicado
IMPORTÂNCIA FORNECE CAMPINAS GABI escavadeira Kaizen-Lean
ASSOCIAÇÃO DEBATER DURACELL EXTERIOR Sanatório Ebep
SIMPÓSIO AUTÔNOMO CONSTRUCTION CONTROLE ex-cônjuge inicia
PEDRO INDENIZAÇÃO LOJAS PASSA recusar VENCEDORES
AGRÍCOLA SOCIA SALÁRIO EVITADO Cemara ALUNOS
BAZAR EDIFÍCIO LIGHT VIRACOPOS suspensor RECUPERAÇÃO
APOIA COMBUSTÍVEL REDE CASA Bresco SENAI
GIRO CRÉDITOS FORNECEDORES CONGRESSO Fyuse PROCESSO
VOITH TRADICIONAL EXPERIENTE APRESENTADAS Wilians ORIENTAR
ESPECIALISTAS SUCESSO BH SUMMIT Dalmóbile MÃES
NELSON TRABALHO CONSUMO LUCIANE Abeifa DICAS
TRIMESTRE FAVORECER SUPORTE TERREMOTO Sindsorvetes INDÚSTRIA
SEIS IMPEDIR URBANA SERVIÇO Shan ANO
ESTARÃO INTERAÇÃO HORIZONTE EMPREENDEDORISMO Pandolfi AÇÃO
REDUZIR BANCÁRIO INVESTIMENTOS FCE Unither OBRAS
MR JUDICIAL ABC BENEFÍCIOS Mariol PRÊMIO
AULAS ACIONA CARREIRA AMBIENTE alterativa EDIÇÃO
VENCEDORA UTILIZAR CARRO SIMPLES Vimmer EVENTO
OBRA MANIPULADOR CUIDADO EXPLICA descolam EMPRESA
COSMÉTICOS HOME GAIOLA AAPSA Geap TEMPOS
ABRIR EXPOSEC INFORMAÇÃO MEIO segue TURMA
DECORAÇÃO APOSTAM CSU GESTANTE crianças INFRAESTRUTURA
PR PROTÓTIPO NACIONAL CAMINHOS FORÇA BUSCA
PRESTAÇÃO INTELBRAS PRESENTE TENDÊNCIAS PROMOVE ANUNCIA
CONSEGUE DESTACA MORA PARQUE INAUGURA CONSTRUÇÃO
CONAB CRECHE PRESIDENTE BELEZA RITMO CEARÁ
GÊNERO ESTIMULAM NORTE POSITIVO MÉDIO EMPREGO
FORNECER CARDIOPATAS COLETIVA BORDAS UNIDADES CRISE
UPS SIRIO CONAD AÇÕES VISITAM BRASIL
REFRESCANTE COMERCIAL
busca avançada
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta